Dia Mundial sem Tabaco

Dia Mundial sem Tabaco

Amor e sexo

O tabagismo é uma doença crônica que afeta todos os sistemas do corpo humano. Também compromete a sexualidade de homens e mulheres em maior ou menor proporção, mais cedo ou mais tarde, direta ou indiretamente. Dia 31, 5ª. Feira da próxima semana, é o dia dedicado ao combate do tabagismo e por isso vamos falar agora, sobre a relação do uso do cigarro com o desempenho sexual. Conosco a Psicóloga, sexóloga e psicanalista Sônia Eustáquia Fonseca.

1 – Nos dizeres impressos pelo Ministério da Saúde junto às propagandas de cigarro, há uma que claramente faz menção de que “O CIGARRO CAUSA IMPOTÊNCIA SEXUAL”. Os fumantes acreditam que é verdade ou preferem pensar que é apenas um aviso igual ao que mães diziam quando falam do bicho papão?

É impossível nos dias atuais, com os conhecimentos adquiridos, não considerar os prejuízos que o cigarro causa no ser humano. Por um lado a medicina com os avanços tecnológicos disponíveis, diagnósticos cada vez mais precoces, por outro lado seres humanos cientes dos malefícios com dificuldades na suspensão do uso do cigarro. É comum um fumante que ainda não pensa em abandonar o cigarro, não conseguir perceber o grau de seriedade que contem o rótulo.

2 – Como foi a evolução do uso do cigarro na sociedade de modo geral?

Parece que surgiu nas sociedades indígenas da América Central em rituais religiosos com o objetivo de purificar, contemplar, proteger e fortalecer o ímpeto dos guerreiros. Aqui no Brasil acreditamos que foi pela migração de tribos tupis guaranis. A partir do século XVI o seu uso foi introduzido na Europa. No início utilizado com fins curativos através do cachimbo. Difundiu-se rapidamente, atingindo a Ásia e a África no século XVII, e assim foi se espalhando pelo mundo, mas podemos dizer que foi no século XX que fumar tomou conotações sociais de importância, simbolizando poder, virilidade, beleza etc. através das poderosas campanhas de marketing.Durante as décadas de 40, 50 e 60 o mundo foi bombardeado pelas películas de Hollywood com artistas famosos fumando. Adolescentes na década de 50 e 60 tinham como um dos ideais da vida poder fumar tranquilos na frente dos pais. Hoje quase não se vê pessoas fumando nas ruas e há a proibição da propaganda.

3 – O que leva um adolescente a começar fumar? e o que leva um adulto a fumar mesmo sabendo as consequências negativas?

O adolescente fuma pela primeira vez como forma de identificação com o grupo, depois continua porque a nicotina encontrada no tabaco vicia. Se ele tiver uma predisposição ao vício, ira fumar sempre e será muito difícil fazer adesão à algum tratamento para que pare de fumar. O adulto que fuma é porque encontra no cigarro uma forma de relaxamento e calma, no momento em que fuma. E a sensação do adulto que deseja parar e não consegue é de incompetência frente aos seu desejos e anseios.

4 – Qual a importância da Indústria tabagista no vício das pessoas?

Muita mesmo. A indústria tabageira é muito poderosa, rica mesmo. Tem poderes até de intimidar laboratórios que fabricam remédios contra o cigarro, por incrível que pareça.

5 – Como o tabaco atua no organismo do homem em relação ao seu desempenho sexual?

É importante saber que a relação sexual envolve intensa movimentação e importante tensão muscular. Durante a fase de excitação e à medida que se aproxima do clímax, alguns parâmetros orgânicos se modificam. Por exemplo: A frequência cardíaca aumenta progressivamente até atingir 100, 175 batimentos por minuto e na fase de excitação e orgasmo pode chegar a 200 por minuto. Pesando nisso e sabendo que o fumante apresenta dificuldade respiratória é fácil concluir que o fumante não tem o mesmo desempenho sexual se comparado ao não fumante. O vício do cigarro pode causar a deterioração da qualidade do esperma, segundo a pesquisa realizada pelo Instituto de Andrologia do Centro para Medicina Reprodutiva, nos EUA, que revela que a qualidade do espermatozóide de não-fumantes é superior ao de fumantes. Há uma deficiência hormonal: levando a diminuição progressiva e antecipada da produção hormonal das gônodas.

6 – E como atua no organismo da mulher?

Na mulher essa diminuição é mais evidente pela antecipação da menopausa. Há diminuição do interesse sexual, dos sonhos eróticos, do ímpeto e da frequência copulativa. Na mulher tabagista a menopausa é antecipada em cerca de 2 anos – consequentemente as modificações na pele, diminuição da temperatura, osteoporose etc. Há também uma modificação na lubrificação vulvovaginal

7 – Um homem que fuma, pode usar substancias para ajudar a ereção, como o Viagra? Ele corre riscos de passar mal e até morrer?

O uso de substâncias que facilitam a ereção (Sildenafil – viagra e Alprostadil – injeção de caverget) podem ser contraindicados. O Sildenafil(Viagra) é contraindicado em pacientes com deficiência vascular que fazem uso concomitante de nitratos e deve ser usado com cautela em pacientes com isquemia coronária aguda, angina instável ou hipertensão controlada com múltiplos regimes medicamentosos. Por isso se o fumante já faz uso de medicamentos para as suas consequências como problemas coronários corre riscos sim.

8 – O uso do cigarro pode modificar a condição de reprodução na mulher?

Na reprodução humana a lista de complicações ou de alteração de funcionalidade decorrente do tabagismo são inúmeras:

1. Diminuição da fertilidade. Um dos componentes da fumaça do cigarro é a acroleína, substância capaz de diminuir a motilidade das estruturas ciliares. A movimentação dos espermatozoides são tipicamente ciliares. As trompas de Falópio são revestidas por cílios que são responsáveis pelo transporte do folículo e do ovo. Sob ação da acroleína este movimento ciliar está diminuído ou ausente.

2. As fumantes tem maior incidência de gravidez ectópica( fora da cavidade uterina nas trompas por exemplo).

3. Existe um marcado aumento na incidência de abortamentos espontâneos.

4. As tabagistas têm menor duração da gestação com evidente aumento da incidência de partos prematuros.

5. Há diminuição do peso fetal de até 200 gramas.

6. Há incidência maior de placentas com anomalia de inserção. Talvez pela diminuição da velocidade de transporte ciliar, chegando o ovo na cavidade uterina quando o endométrio já não esteja em sua melhor condição.

7. Nítido aumento de descolamentos prematuros de placenta..

8. Diminuição da duração da amamentação com introdução precoce de alimentação artificial.

9. Os filhos de casais fumantes apresentam maior frequência de doenças respiratórias e de otites com diminuição do desenvolvimento motor.

10. Os filhos de fumantes apresentam desenvolvimento intelectual deficiente em comparação com o desenvolvimento de outras crianças de não fumantes. Há atraso em iniciar a caminhar e a falar. Há nítida diminuição de capacidade de raciocínio empírico, como matemática

9 – No Brasil, qual é a porcentagem de fumantes?

O tabagismo é um grande problema de saúde pública no mundo inteiro, atingindo homens, mulheres, adolescentes e até crianças. No Brasil, as estatísticas apontam que entre 15% e 25% da população fuma, sendo este índice maior nas regiões industrializadas e mais prevalente no sexo masculino. Pesquisas recentes demonstraram que os fumantes apresentam uma prevalência de 15% de disfunção erétil, além de um risco duas vezes maior de desenvolver a doença em relação aos não fumantes. Estes efeitos são, também, dose-dependentes: quanto maior o número de cigarros consumidos e maior o tempo de tabagismo, maior também é o risco de perder a ereção. É interessante notar que entre os fumantes impotentes a melhora clínica com o uso de drogas específicas é menor do que nos não fumantes com o mesmo problema.Portanto, a cessação do tabagismo deve ser uma meta para todos os homens que desejam não só uma vida longa e saudável, mas também anseiam por um desempenho sexual satisfatório e longevo.
10 – Quais os tratamentos indicados para o tabagista? Existe tratamento que rede pública de saúde ofereça?

Normalmente se faz uma associação de psicoterapia, na linha cognitiva o que não exclui outras linhas, com a medicação que pode ser antidepressivos e ansiolíticos. Atualmente temos um que tem se mostrado muito eficiente, é a vareniclina com o nome comercial de CHAMPIX. Associados pode ter um resultado de 45% de resultado positivo. Na rede pública encontramos vários, a prefeitura, o estado e o governo federal têm se mostrado preocupados com os males que a nicotina traz a sociedade e principalmente pelos gastos com a Saúde dos fumantes. Fazer prevensão e oferecer tratamentos é um bom negócio para o poder público bem como para as empresas.

Curiosidades sobre o cigarro
Mortes. Todos os anos 200 mil brasileiros morrem por causas de doenças provocadas pelo cigarro. São 23 pessoas mortas por hora

Vício. Quem fuma mais de 20 cigarros por dia vive, em média, 22 anos a menos

Radioativo. A fumaça do cigarro contém Urânio, Plutônio, Tório, Polônio-210, e mais 60 substâncias radioativas. Fumar um maço de cigarros, diariamente, equivale a fazer uma radiografia por dia

Câncer. Quem fuma de 1 a 9 cigarros por dia tem cinco vezes mais chances de ter câncer que um não fumante. Quem fuma mais de 40 tem uma chance 20 vezes maior

Adultos. Cerca de 30% da população adulta do Brasil fumam

Tempo. 7 a 9 segundos é o tempo gasto pela nicotina para chegar ao cérebro do fumante

Vitamina. Quem fuma um maço de cigarros necessita de, pelo menos, 750 mg diários de vitamina C para neutralizar parte dos radicais livres que são poduzidos

Preço. O cigarro no Brasil é um dos mais baratos do mundo. A carga tributária do produto é de 58,8% sobre seu preço. Argentina e Uruguai tributam em 67%; Inglaterra, 80%; e França, 81%

...

Publicado em:
31 mai 2019


Top