Podem existir segredos entre um casal?

Podem existir segredos entre um casal?

Especialista fala sobre o que se deve ou não dizer ao companheiro em relação à vida financeira, saúde e até mesmo as redes sociais.

Será que seu parceiro precisa saber de tudo da sua vida, o que fez, o que faz ou o que vai fazer? A realidade é que temos homens de todos os tipos e mulheres também; será que tudo que se passa no nosso dia a dia eles devem ficar sabendo? Segundo a psicóloga e sexóloga Sônia Eustáquia, para definir o que dizer ou o que não dizer, é preciso pensar em como gostaria de ser tratado (a) se estivesse no lugar dele (a). “Não revelar um fato é uma coisa, mentir é outra. É bom entrar em acordo para temas chatos, como relações passadas, se devem ou não entrar na conversa”.

A especialista ainda explica que contar sobre relações anteriores tem que ser pensando se vale a pena ou não, pois a linha que separa o inofensivo do doloroso é bastante tênue quando se trata de segredos. “Quando uma pessoa se sente mal por esconder algo de seu parceiro, avalie se vale realmente a pena contar a verdade. Se achar que não está prejudicando ninguém ou que já passou muito tempo desde que aconteceu repense se vale a pena contar. Se algo for realmente importante à pessoa deve falar, pois fica fácil resolver com a pessoa amada. Se o mistério prejudicar o parceiro, você ou ambos enfrente o medo e explique tudo. Caso não vá resolver nada, não vejo necessidade de ficar contando e criar dúvidas, ciúmes ou discórdias desnecessárias”, disse Sônia.

Salários, saúde e redes sociais

Na vida de um casal, sempre haverá pontos importantes que devem ser conversados, como salários, gastos, senhas de redes sociais e família. Pois o parceiro (a) pode se sentir desconfortável com algo e que deve ser resolvido.

Para a psicóloga, dinheiro pode ser um assunto delicado, mas ser honesto poderá ajudar a evitar desentendimentos e equívocos. “Ser honesto em relação às finanças permite que vocês criem um orçamento que funcione para sua vida em conjunto. Seja honesto sobre salários e sobre para onde o dinheiro está indo. Ter um acordo sobre uma conta para gastos pessoais ainda lhe permitirá ter a flexibilidade para cometer pequenas extravagâncias, mas não deixe seu parceiro no escuro quando o assunto for dinheiro”, afirmou.

 Em relação às redes sócias, a especialista acredita que reservar o acesso às senhas também deve acontecer de maneira natural. “Tem pessoas que deixa tudo aberto e outras que as vêm privativa. Das duas formas dá certo. O que costuma dar errado é um fazer de um jeito e o outro de outro jeito”, garantiu a sexóloga.

Já sobre a saúde do parceiro (a) é fundamental que haja compartilhamento, pois doença é algo que afeta a ambos. “Logo que vocês iniciarem a vida em comum, seja sincero, muito sincero sobre sua saúde. Mesmo que você tenha tido uma recuperação completa, seu cônjuge merece saber se você corre riscos devido à alguma doença, se pode haver consequências de alguma cirurgia, ou uma recaída assustadora. Lembre-se que o casamento é, “na saúde e na doença”, não ignore isso”, acrescentou Sônia.

...

Publicado em:
10 jan 2018

Categoria:

Bem Estar Casamento

Top